A audiência pública, requerida pela deputada estadual Mirian Sobreira, lotou o auditório da URCA, em Iguatu, para debater sobre a segurança na região Centro-Sul do Ceará nesta terça-feira, 17 de outubro. O debate teve como objetivo buscar medidas efetivas para reduzir a sensação de insegurança da população após sucessivos registros de ações criminosas.
O Representante da Secretaria de Segurança e Defesa Social, Coronel Gilvandro Oliveira – Comandante de Policiamento do Interior Sul, ressaltou a importância da iniciativa e da mobilização realizada pela deputada. “Em todos os anos de polícia, essa é a primeira vez que conseguimos juntar todas as entidades, procurei uma que estivesse faltando, mas não encontrei. Toda a sociedade está aqui unida discutindo a segurança pública”.
Com tantas pessoas juntas em busca de um único propósito, que é a segurança, o prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, sugeriu que, a partir de agora, haja uma união entre os prefeitos regionais para buscar emendas de deputados estaduais e federais para a construção de presídios especificamente na região Centro-Sul, já que a superlotação dos equipamentos já existentes no Ceará é um problema grave. “Se nós tivéssemos aqui um presídio onde desse a oportunidade para juízes, promotores e para a policia fazer o seu trabalho, eu não tenho dúvidas que seria outra história (em relação à segurança) nesse ano de 2017”.
De acordo com a deputada Mirian Sobreira, com os investimentos do Governo do Estado destinados à segurança da região, os municípios avançaram, mas não o suficiente. Por isso é preciso formatar um documento detalhado, com todas as demandas, para que medidas efetivas possam ser cobradas do governador Camilo Santana. “Pra gente chegar no governador e pedir mais policiamento, pedir mais viaturas, pedir telefone pra delegacia de Policia Civil, é preciso se ter um planejamento. Então, gostaria de solicitar da Polícia Civil e da Polícia Militar que fizessem um planejamento do que é realmente que a gente precisa fazer para melhorar a questão da segurança”.
A deputada ainda anunciou que, em parceria com a prefeitura de Iguatu, vai dar início ao projeto de monitoramento eletrônico da cidade. “Diante do sofrimento e do apelo da população, já tiramos parte da nossa emenda parlamentar para fazer monitoramento de Iguatu. É o projeto ‘Iguatu Cidade Segura’ que o vice-prefeito Marcos Sobreira já foi designado pra tomar conta e fazer com que as câmeras sejam instaladas de imediato. Nós estamos pensando em ações emergenciais que venham diminuir essa violência”.
Também participaram da audiência: O delegado Ricardo Pinheiro, diretor do de departamento de Polícia do Interior Sul; O deputado estadual Nizo Costa; a prefeita de Quixelô, Fátima Gomes; o vice-prefeito de Várzea Alegre, Dr, Fabricio Rolim; o prefeito de Cedro, Dr. Nilson; o vice-prefeito de Iguatu, Marcos Sobreira; o vice-prefeito de Tarrafas, Cícero Palácio; o presidente da Câmara Municipal de Iguatu, vereador Mario Rodrigues; a titular da Secretaria de Políticas Sobre Drogas, Aline Bezerra; Roberto Lasier representando a OAB-CE; além de agentes de segurança de Iguatu, delegados da Polícia Civil, lideranças da região Centro-Sul e sociedade civil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here